• Márcio de Miranda

Mark Weber troca a aposentadoria da F1 pela adrenalina do MTB


O ex-piloto australiano de F1 Mark Weber, 40 anos, passou boa parte da vida em alta velocidade. Mark correu por algumas equipes, como Willians, Jaguar e Red Bull. Mas parece que o descanso da aposentadoria tem um significado diferente. Ele agora vive a adrenalina do mountain bike, explorando a floresta tropical ao redor de sua casa em Noosa, na Austrália, pedalando sua Trek Top Fuel Project One personalizada.

Curta o Planeta da Bike no Facebook.

Hoje Mark parece confortável entre as palmeiras que cercam sua ampla casa em Noosaville. Sua base nesta tranquila cidade turística é o ponto de partida perfeito para explorar as matas ao redor. Embora se considere um rapaz do interior, Mark não tinha este tipo de acesso a trilhas em florestas tropicais durante sua juventude em Queanbeyan, na Nova Gales do Sul. É um dos luxos que a carreira bem-sucedida nas corridas lhe proporcionou.

Mark sempre adorou a competição e a intensidade das corridas e, quando adolescente, se destacou no kart australiano para depois chegar ao topo do automobilismo com 26 anos de idade. Mark passou 11 anos correndo na Fórmula 1, onde teve 9 vitórias e 42 pódios em 215 corridas. Ele participou das famosas 24 horas de Le Mans 4 vezes, terminando em segundo lugar em 2015, e culminou sua carreira com uma vitória no FIA World Endurance Championship em 2015.

A conexão entre automobilismo e mountain bike hoje vai além do equipamento, e Mark enfatiza que a correlação entre bikes e carros em termos de tecnologia nunca foi tão próxima. De fato, a Trek fez uma parceria com a Penske, principal fabricante de suspensões personalizadas para automobilismo, para desenvolver as tecnologias de suspensão.

#MTB

cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
logoLPH.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png