• Márcio de Miranda

Paraciclistas se superam na Copa Brasil da modalidade


Superação é a marca registrada de todo paratleta. E na Copa Brasil de Paraciclismo não é diferente, todos os participantes precisam encarar provas contra-relógio e resistência em cada uma das quatro etapas da competição, que também é válida como Campeonato Brasileiro da modalidade.

Curta o Planeta da Bike no Facebook.

No último domingo os ciclistas fizeram muita força na prova de resistência da primeira etapa do campeonato, realizada na cidade de Indaiatuba, interior de São Paulo. Com uma vasta experiência internacional, os atletas da seleção dominaram a categoria C5. Soelito Gohr, que defende a equipe Memorial Santos, ficou com a vitória após completar o percurso em 1h14m54s. Lauro Chaman, da Funvic/Brasil Procycling terminou em segundo, com o mesmo tempo do campeão, e Gilberto de Sousa, do Instituto Pedalar Maracanau, completou o pódio com 1h18m22s.

Marcando seu retorno às competições depois de sete anos afastado do esporte, André Grizante venceu na categoria C4 e somou sua segunda medalha na competição. A categoria Handbike também comemorou o número de participantes e contou com provas disputadas em alto nível.

Na categoria Handbike H4, um dos destaques foi Ulisses Leal Freitas, que completou o percurso isolado dos adversários para comemorar a vitória. Com mais de cinco minutos de vantagem, Antonio Marcos de Moura também se destacou e festejou o primeiro lugar na Handbike H5. Já entre os paratletas da categoria Tricycle T2, Adriano Matunaga Nascimento levou a melhor.

#Paraciclismo

cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
logoLPH.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png