• Márcio de Miranda

Tóquio 2020: com a inclusão do BMX Freestyle e Madison, o ciclismo passa a distribuir 66 medalhas


O ciclismo mundial comemorou nesta sexta-feira o anuncio do Comitê Olímpico Internacional (COI) informando a inclusão de uma série de novas modalidades para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. As mudanças aprovadas pelo Conselho Executivo do COI foram solicitadas pelas Federações Internacionais e visam potencializar a participação feminina e as competições urbanas, que despertam o interesse dos jovens.

Curta o Planeta da Bike no Facebook.

Entre as novidades estão as provas de Freestyle Park no Ciclismo BMX e a Madison no Ciclismo de Pista. Com essa nova programação, o ciclismo passa a ser o terceiro maior esporte olímpico em termos de medalha de ouro (22 medalhas), disputando 66 medalhas no total entre as quatro disciplinas olímpicas (Ciclismo BMX, Ciclismo de Estrada, Ciclismo Mountain Bike e Ciclismo de Pista).

- São mudanças que estamos discutindo a bastante tempo dentro das comissões da União Ciclística Internacional (UCI) e agora foram acatadas pelo COI. Acredito que foi uma grande conquista, mais um grande passo em busca da popularização do nosso Esporte -, declarou José Luiz Vasconcellos, presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

O presidente da União Ciclística Internacional também elogiou o trabalho das confederações e se colocou empenhado em dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido. - Estou muito orgulhoso pelo esforço feito nos últimos anos por todas as nossas federações nacionais, organizadores de eventos, equipes e atletas. Estou totalmente empenhado em continuar desenvolvendo esse trabalho e convencido que após Tóquio nosso esporte alcançará um nível ainda maior -, destacou Brian Cookson, presidente da UCI.

Madison

Madison é uma prova em grupo realizada no Velódromo, disputada em duplas. Enquanto um atleta pedala devagar na parte alta do velódromo, um outro vai na parte baixa fazendo a volta rápida. Para trocar de posição, o ciclista que estava correndo rápido toca na mão do companheiro de equipe, que passa a acelerar.

A cada dez voltas a dupla pontua. Ganha quem acumular a maior quantidade de pontos após 200 voltas.

O BMX Freestyle Park é um evento radical que acontece em uma pista especifica contendo grandes transições e obstáculos. Os competidores são julgados por manobras realizados ao longo do percurso. A pontuação é baseada de acordo com a dificuldade, originalidade, estilo, execução, entre outros critérios.

#Tóquio2020 #BMX #CiclismodePista

cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
logoLPH.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png