• Márcio de Miranda

Copa Internacional de MTB – Araxá e Copa Chile – La Ligua por Raiza Goulão


Competir na Copa Internacional de Mountain Bike em Araxá é sempre uma grande honra. Mais uma vez, o Corinthians Audax Bike Team esteve reunido em quase que sua totalidade para este evento.

Venho em uma sequência trabalhando muito duro, após a lesão que sofri no início deste ano. Competi no Pan-Americano de 2019 no México e senti muito a falta de ritmo de competição e de treinamento. Querendo ou não, treinar no rolo é muito diferente do que estar em "campo".

Fiz um bom treinamento após o Pan e neste período optei por um novo treinador, o Helinho Souza, e assim estou fazendo um bom trabalho em conjunto com a Alessandra Dutra, minha psicóloga, pessoa que também é fundamental. A CIMTB Araxá foi uma prova importante para mim porque contei com essas duas pessoas presentes no evento. Isso fez uma diferença enorme.

Optei novamente por competir com a minha bike Audax Full Suspension, equipada com os pneus Continental Cross King 2.3 na dianteira e o Race King 2.2 na roda traseira. Pela primeira vez Araxá teve quatro estágios, formato diferente em relação aos outros anos. A Maratona XCM abriu os trabalhos. Estava muito motivada para essa primeira prova, mas infelizmente não consegui me encaixar na corrida e não tive meu melhor resultado. Isso acabou custando muito na classificação final.

Para mim, cada dia era um momento de tentar reconectar comigo mesmo e tudo fazia parte desse processo. No Contrarrelógio consegui fazer uma volta sólida e em seguida no Short Track foi meu melhor resultado, brigando no top 3 para conquistar a segunda colocação. No Cross Country Olímpico fui a quinta colocada e acho que o resumo geral foi bom, de estar perto do público e com o pessoal da equipe.

Saí de lá motivada, para melhorar e ir atrás da forma que estou buscando. Cada dia um degrau que eu conquisto. Agradeço a todos que estão do meu lado e torcendo por mim, pelo apoio nesses momentos.Copa Chile - Em seguida fui para a Copa Chile em La Ligua, uma prova Classe 2, buscar pontos nos rankings internacionais. Foi muito bom estar neste País, que na América do Sul eu gosto muito e costumo ter boas recordações. Senti-me em casa. Lá, vinha de uma sequência de não conseguir os resultados esperados e ter azar em certas situações, a chamada má sorte. Cada dia de treino bem feito é uma vitória e dei outro passo importante aqui, ao ser campeã da Copa Chile.

É bem legal ter voltado ao lugar mais alto do pódio e fazer aquela comemoração especial que eu tanto gosto, que é cruzar a linha de chegada erguendo minha bike.Trabalho firme para as próximas provas e para melhorar mais a cada dia. Gostaria de agradecer em especial a família do Eduardo e da Olga, no Chile, que fizeram minha estadia ser algo surreal e incrível nesses poucos dias que passei em La Ligua. Volto ao Brasil, super motivada.

#RaízaGoulão #MTB

cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
logoLPH.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png