• Márcio de Miranda

Conversamos com Cyro Gazola (Caloi e Abraciclo) sobre a importância da bicicleta em tempos de pandem


Nesta série de matérias especiais sobre Bicicleta em tempos de pandemia, conversamos desta vez com Cyro Gazola, presidente da Caloi e vice-presidente da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Famosa propaganda da Caloi que eternizou o slogan: "não esqueça a minha Caloi"

Planeta da Bike - O mercado da bicicleta cresceu muito nos últimos anos, a Caloi é uma marca que sempre esteve muito presente na vida dos brasileiros. Qual é a expectativa da empresa pós-pandemia? Cyro Gazola - O mercado de bicicletas e também a Caloi cresceram nos últimos anos graças a uma nova estratégia corporativa, propósito renovado, e grandes investimentos na renovação de seu portfólio de produtos. A expectativa depois da pandemia é que a recuperação do mercado de bicicletas dependerá muito da realidade econômica e de desemprego no País, o que afetará a renda disponível para compras de bens duráveis pela população. Estamos adotando um posicionamento responsável e focado na gestão de nosso caixa, mas vamos continuar com um ritmo intenso de inovações, investimentos em novos produtos e segmentos ainda em 2020.

Planeta da Bike - Após este momento que estamos vivendo, o transporte público deverá ser substituído pela bicicleta. Este movimento deve gerar um aumento de ciclistas nas ruas, você acredita que este segmento reagirá rápido a crise? Cyro Gazola - O transporte público está sendo substituído pela bicicletas em vários países desenvolvidos da Europa, nos Estados Unidos e em outras partes do Mundo, mas no Brasil dependerá de apoio formal e investimentos do Governo Federal e dos Estaduais para declarar a bicicleta como um transporte seguro e solução de mobilidade na crise e após ela. No momento, a Caloi e sua associação Abraciclo não está vendo este compromisso do Governo, mas ainda esperamos por maior compromisso, o que apoiaria muito a velocidade de saída do segmento desta crise.

Planeta da Bike - Devido ao isolamento social imposto por quase todos os governadores do Brasil, muitas lojas de bicicletas estão fechadas. Existe algum plano emergencial para ajudar os comerciantes parceiros da marca? Cyro Gazola - Temos feitos estudos com nossa base de clientes de bike shop e bicicletarias, e vemos que aproximadamente uns 40% estão fechados na crise, mas os 60% que estão abertos estão vendo um tráfego importante e interesse da população em realizar manutenção e uso de suas bikes, assim como também a oportunidade por trocar ou comprar uma bike nova. Sobre o plano e apoio na ajuda aos comerciantes, a Abraciclo tem feito há semanas solicitações formais ao Governo Federal e também ao Governo de SP para apoiarem a reabertura das lojas como parte do apoio essencial a população.

Planeta da Bike - A Caloi está no Polo Industrial de Manaus, a pandemia afetou a produção local de bicicletas? Cyro Gazola - A crise afetou a produção da maioria das indústrias de bens duráveis no PIM, e a Caloi entre elas tem a sua produção paralisada durante algumas semanas para apoiar a segurança de nossos colaboradores, e também para reequilibrar seus estoques em virtude da queda da demanda neste período de Abril-Maio.

Planeta da Bike - A pandemia impactou no cronograma de lançamentos de 2021 da Caloi? Cyro Gazola - Houve um atraso de aproximadamente dois meses no cronograma de lançamentos devido ao impacto da crise junto a cadeia de fornecedores internacionais, mas continuamos firmes com planos de inovações de produtos no 3º e 4º trimestre de 2020.

Caloi é uma tradicional fabricante de bicicletas, que foi fundada em 1898 pela família Caloi. Atualmente a empresa faz parte do grupo canadense Dorel. Ela está sediada em São Paulo e a fábrica no Polo Industrial de Manaus (PIM), no Amazonas.

MATÉRIA RELACIONADA: Coronavírus impacta produção de bicicletas em março, no Brasil

A família Caloi sempre foi muito atuante, em 1976, Bruno Caloi se juntou a outros empresários do setor de duas rodas e criaram a Abraciclo. Bruno se tornou o primeiro presidente da entidade (1976/1982). O segmento bicicleta é composto pela Caloi, Houston, Sense e Oggi.

#MobilidadeUrbana #Coronavírus

cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
logoLPH.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png