• Márcio de Miranda

RAAM: prova virtual começa hoje e Marcelo Mixirica vai encarar o desafio pedalando no rolo


Há 38 anos aconteceu a primeira edição da disputa, ainda com nome de Great American Bike Race, que tempos depois mudou para Race Across America, ou RAAM. A prova corta os Estados Unidos da costa oeste para a costa leste, aproximadamente 4.800 km, tornando-o um evento transcontinental. A RAAM não tem etapas, ou seja, é, em princípio, um evento ininterrupto, com os competidores mais rápidos precisando de um pouco mais de uma semana para concluir o percurso.

Neste ano não haverá competição devido a pandemia do COVID-19 e por isso teremos a Virtual Race Acroos America (VRAAM) que foi criada por Anthony Gordon (Nothing But Shorts Films) com a ajuda de Sally Heginbotham, David Fell e a equipe da RAAM. Para superar o imenso vazio no mês de junho no mundo do ciclismo que precisava ser preenchido.

"A diferença que na prova virtual você depende muito da tecnologia, a diferença que na estrada abriu a porteira você vai embora. Fora que na estrada tem vários perigos e pedalando em casa você está mais seguro", disse Marcelo "Mixirica" enquanto fazia os ajustes finais no equipamento.

Graças ao FULGAZ e sua plataforma virtual, pilotos e fãs em todo o mundo podem pedalar ou assistir a corrida sem sair de casa. Há um evento para todos os níveis de ciclista.

1. VRAAM (Race Across America)– 3000 miles (4828 km) em 12 dias

2. VRAW (Race Across the West) – 925 Miles (1488 km) em 12 dias

3. The60 – 1 hora por dia, durante 12 dias

Todo percurso será de segmentos de estrada, nos Estados Unidos. Ele não será a rota da RAAM ou RAW reais. Mas, as distâncias e a quantidade de escaladas será semelhante ao real.

A cada dia, haverá um número designado de segmentos, permitindo que os ciclistas acumulem o máximo de milhas (quilômetros) possíveis por dia. O tempo máximo que um atleta pode pedalar é de 20 horas. A conclusão do VRAAM ou do VRAW não torna o ciclista em um "finisher" oficial da RAAM ou RAW.

Ano passado a ultraciclista Dani Genovesi conquistou o bicampeonato na categoria solo. No masculino, Marcelo “Mixirica” foi bem na categoria solo e fechou a prova na sétima colocação. O saudoso Claudio Clarindo, faz parte de um seleto grupo de ciclistas que largou e completou por cinco vezes na prova. Como este ano não haverá competição, a organização já disponibilizou as novas datas para 2021: RAAM Solo - 15 de junho - 2021

RAW Solo & Team - 15 de junho - 2021

RAAM Team - 19 de junho - 2021

#RAAM

cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
logoLPH.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png