• Márcio de Miranda

Entrevista exclusiva com Henrique Avancini


Avancini na nova sede da Caloi / Cannondale no Brasil - Divulgação

Na última terça-feira (18) fizemos uma entrevista exclusiva via Zoom, com o multicampeão Henrique Avancini, atual número dois do mundo no ranking da UCI XCO. O petropolitano falou sobre treino durante a pandemia, Jogos Olímpicos, equipe, Itaipava e como se manter focado. - Planeta da Bike: No último final de semana aconteceu o Desafio dos Gigantes do MTB* e Henrique disputou. Como foi voltar a competir após 5 meses parado?

- Henrique Avancini: Foi uma experiência nova, um evento promocional, com formato diferente, sem público mas foi gostoso voltar a se preparar para uma largada, se relacionar com os staffs, com os atletas. Me diverti muito.


* Henrique venceu a competição


- Planeta da Bike: Você vinha em uma crescente de performance, o mundo parou e como se manter focado?


- Henrique Avancini: Consegui treinar muito bem, aproveitei o tempo extra para me dedicar mais, me voltar mais para aumentar ganho de performance e me abster desse lado da preparação para competição em si. O primeiro mês e meio tive que me adaptar mais, só treinava em locais fechados e isolados como bike parks e trilhas sem acesso de público.Tem sido um período proveitoso.

Avancini é o 'Atleta da Torcida' 2018 no Prêmio Brasil Olímpico do COB / Márcio de Miranda - Planeta da Bike

- Planeta da Bike: Como ficou o seu calendário para o resto de 2020?


- Henrique Avancini: Com este cenário de incertezas gerou uma certa dificuldade para fazer o planejamento de preparação e logística de viajar, pra onde viajar. Isso dificultou consideravelmente mas agora temos um calendário bem reduzido são duas etapas de Copa do Mundo, dois mundiais (XCO / XCM) basicamente a temporada de alto nível do ano. Além disto devo fazer uma ou duas provas na Europa com preparação e vou tentar também competir no Campeonato Brasileiro como fechamento da minha temporada.

- Planeta da Bike: Como surgiu a ideia de criar um projeto para desenvolver jovens talentos do MTB?


- Henrique Avancini: O desejo deste projeto surgiu com intuito de potencializar os atletas de uma forma completa. Eu vi que os atletas tinham que melhorar muito não só na parte esportiva , mas também como representante do esporte e comecei a desenvolver este projeto. Ele começou em 2015 e foi crescendo, crescendo até chegar ao que é hoje. Atualmente temos duas equipes (Caloi Avancini Team e Cannondale Brasil) de alto nível em relação ao suporte, conseguimos manter um ambiente profissional e muito consolidado para esses atletas construirem as suas carreiras.


O que eu tento passar para eles é a minha vivência dentro do esporte, são as coisas que não aparecem é a experiência na preparação. O esporte é muito complexo, tem coisas simples que as pessoas não enxergam e é isso que eu compartilho com eles de uma forma muito aberta. Eles acabam tendo um desenvolvimento muito mais maduro. Isso que é o legal, com tempo percebem. É uma coisa simples que tem muito valor e pra mim fez muita falta.

- Planeta da Bike: Itaipava (distrito de Petrópolis / RJ) se tornou referência no MTB nacional o que se deve a isso?

- Henrique Avancini: Muita gente indo pra lá, muitos trainning camps acontecendo, tem se tornado o local do alto rendimento do MTB no Brasil. Foram várias sementinhas que fomos plantando e que outros atletas foram plantando também e a coisa toda foi desenvolvendo. Então hoje a rede de trilhas que temos construídas e mantidas para o mountain bike são muito boas. Temos bike park, trilha para XCO, além da estrutura da cidade, que está entre as melhores qualidades de vida do País. Isso colabora muito para criação do polo de alto rendimento. Além disso, o uso recreacional da bike tem levado muita gente pra lá, para descobrir as montanhas. Agora a coisa deu uma embalada e o local é privilegiado para quem gosta do esporte.

Avancini tem uma coleção de títulos, os destaques são as conquistas desde as categorias de base, as 10 vezes de Campeão Brasileiro (2006, 2007, 2008, 2009, 2011, 2013*, 2015*, 2016*, 2018* e 2019*), três vezes Campeão Pan-Americano de MTB (2006, 2007, 2015*), Campeão Sul-Americano de MTB (2014*).


2018 foi um ano mágico para o atleta, venceu a prova de short track na etapa de Vallnord, em Andorra, se tornando o primeiro brasileiro a conseguir tal façanha. No mesmo ano, ficou em 4º lugar na etapa de Val di Sole, na Itália e colocou pela primeira vez o Brasil no top 5 de uma etapa da Copa do Mundo XCO. Ele ainda conquistou o inédito título de campeão mundial de mountain bike maratona (XCM), também na Itália. Com esta performance, terminou em segundo no ranking mundial da União Ciclística Internacional (UCI), em 2018 e se manteve na posição em 2019. *Títulos conquistados na Elite.

Henrique puxando a fila / Divulgação Avellar Sports

cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
logoLPH.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png