Brasil Ride: Luis Leão e Soren Niessen vencem 4ª etapa e dupla da Trek assume a liderança


A quarta etapa da Brasil Ride, a Rainha, foi marcada por fortes emoções na região de Guaratinga, no extremo Sul da Bahia. Assim como nos dias anteriores, a prova com cerca de 100 km teve uma quarta equipe vencedora diferente e também mais uma nova dupla vestindo a camisa amarela, a dos líderes da open, demonstrando o alto equilíbrio da oitava edição. A vitória foi do português Luis Leão Pinto e do dinamarquês Soren Nissen, seguidos dos italianos Fabian Rabensteinter e Michele Casagrande, da Trek Selle San Marco, atual campeã da ultramaratona, que assumiram a ponta na classificação geral. Terceiros no dia, Henrique Avancini e Jiri Novak (CZE) estão em segundo lugar, 10 segundos atrás dos líderes.

Curta o Planeta da Bike no Facebook. Após dificuldade nas três primeiras etapas, o português Luis Leão, campeão em 2012, garantiu a vitória junto de seu parceiro, Soren Niessen. Na disputa pelo título, apesar de sofrer uma queda e ter sua bicicleta danificada com menos de 10% da etapa, Henrique Avancini, ao lado do tcheco Jiri Novak, conseguiu se recuperar e buscar seus principais concorrentes à liderança, Fabian Rabensteiner e Michele Casagrande. A dupla número 1 da Trek Selle San Marco concluiu em segundo lugar, após acelerarem forte nos 2 km finais, mesmo em um dia em que Fabian teve problemas em seu câmbio antes da última serra. - A etapa foi mais longa e difícil do que a terceira, mas com bons downhills e várias trilhas. Conseguimos outro segundo lugar, mas desta vez especial porque agora somos os líderes. Nesta quinta, outra longa corrida, de volta para Arraial. Veremos como será -, contou Michele. - Foi uma corrida difícil. Estávamos juntos com Henrique Avancini e Jiri Novak e o Avancini caiu após quase 10 km, quebrando o manete do câmbio. Ele teve que resolver com os cabos da bike, inclusive. Tentamos escapar deles três vezes, mas depois disso, com 40 km para o fim, tive problemas no meu câmbio e também resolvi da forma que era possível, antes da última serra, no km 70, quando parei para cuidar da bike -, recordou Fabian. Para os vencedores do dia, Luis e Soren, uma vitória especial depois de dias difíceis nas três primeiras provas da atual edição. - A verdade é que esta edição começou mal para nós, porque levei cinco pontos na perna esquerda já no aquecimento para o prólogo. Quebrei a corrente várias vezes na etapa dois e perdemos uma hora para os primeiros, voltando a ter dificuldades de novo na terceira corrida, e fizemos o suficiente só para pedalar e completar -, relembrou Luis Leão. - Agradeço a Shimano Brasil, na pessoa do Mateus Ferraz, que deu um trato especial na minha bike com muito profissionalismo. Desmontaram ela toda, detectaram o problema e nesta corrida impomos com naturalidade nosso ritmo e garantimos a vitória -, completou o português.

Se na open foram quatro dias com quatro líderes diferentes, na ladies e na máster, os líderes seguem os mesmos do terceiro dia. Após terem sua hegemonia ameaçada na segunda etapa, Bart Brentjens e Abraão venceram mais uma vez na categoria em que são os atuais tetracampeões. Já na feminina, foi a quarta vitória de Raiza Goulão e Margot Moschetti.

- Foi um dia incrível de pedal na Brasil Ride. Soubemos dosar bem, após sentir o desgaste na primeira hora. Tivemos vários momentos de desafio que conseguimos fazer, com uma ou outra subida que não conseguimos superar. O percurso lembrava muito o cerrado goiano, de onde eu venho, com muita diversão -, disse Raiza. Na manhã desta quinta-feira, os atletas voltam à Arraial d'Ajuda percorrendo 130 km com altimetria de 1.974 metros, a etapa mais longa da sétima edição. Eles passarão por trechos de single track até chegarem nas estradas principais da região e voltarem para o litoral do Sul da Bahia. Mais uma vez, subidas íngremes e descidas técnicas serão o tempero da etapa. Programação da Brasil Ride 2017

19/10 - 5ª feira, 8h (horário local)/9h (Brasília) - Etapa 5: Deslocamento do acampamento da Vila Brasil Ride para Arraial d’Ajuda (130 km e 1.974 m altimetria)

20/10 - 6ª feira, 10h (horário local)/11h (Brasília) - Etapa 6: Percurso XCO em Arraial d’Ajuda (31,8 km e 564 m altimetria)

21/10 - Sábado, 9h (horário local)/10h (Brasília) - Etapa 7: Última etapa e Maratona dos Descobrimentos (73,4 km e 1.041 m de altimetria)

#BrasilRide

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube
cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
logoLPH.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png