Campeonatos Mundiais da UCI: 60 anos da primeira competição de pista com mulheres

18 Feb 2018

O campeonato mundial de ciclismo de pista da União Ciclística Internacional (UCI) comemora 60 anos da inclusão das mulheres na disputa. Foi no ano passado, em Hong Kong, que elas finalmente conseguiram igualar com os homens a quantidade de títulos mundiais concedidos, dez para cada.

 

O primeiro Mundial aconteceu em 1958 em Paris, França, com as mulheres disputando em duas categorias, o sprint e a perseguição individual. Ciclistas da antiga União Soviética (URSS) ganharam dois títulos, com Galina Ermolaeva vencendo o sprint e Lyudmila Koch na perseguição individual. Ermolaeva dominou o sprint nos primeiros anos, conquistando cinco dos seis primeiros títulos mundiais para as mulheres. 

 

Até 1988, as mulheres continuaram a disputar apenas o sprint e a perseguição individual. O sprint foi substituído pela corrida por pontos em 1988. De 1989 a 1991, as mulheres correram em três categorias: sprint, perseguição individual e corrida por pontos. 

 

Em 1995 adicionaram o contra-relógio de 500 metros e seguiu até 2002 em Copenhague, Dinamarca, quando o programa feminino passou para seis categorias com a adição do Keirin e Scratch. Naquela época, os homens tinham nove eventos de medalhas.

 

Foram necessários mais cinco anos para adicionar o sprint por equipes para as mulheres, trazendo o número total de eventos para sete (em comparação aos dez para os homens), um ano depois as mulheres também adicionaram a perseguição por equipes. Em 2009 foi a vez da Omnium ser incluída, deixando de fora o Madison, que finalmente se tornou parte do programa feminino no Campeonato Mundial do ano passado em Hong Kong. O Madison também estará nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

 

 

 

 

Compartilhar
Twittar
Please reload

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube