Primeiras impressões da nova Trek Madone SLR

14 Aug 2018

 

 

Na última segunda - feira, 13 de agosto, estive em São Paulo, para o Trek World 2018, evento que apresentou as novidades da marca e em especial a nova Madone SLR. A nova geração da bicicleta de competição está mais aerodinâmica. Mas o que distingue o modelo é a forma como combina a aerodinâmica avançada, com a redução de peso, com a regulagem do IsoSpeed do tubo superior, que pode deixar a Madone mais rígida ou macia.

 

 

Como era uma apresentação, não havia tempo para se fazer um review e sim uma primeira impressão. Foi muito bom poder rodar alguns quilômetros com a Madone SLR em uma estrada bem asfaltada e com subidas. Deu para sentir a proposta do fabricante. Na primeira parte usei a configuração mais macia do IsoSpeed, ela reduz as imperfeições da estrada sem comprometer o desempenho. A nova Madone apresenta um aumento da flexibilidade em 17%, em relação ao modelo anterior, quando regulada para a posição mais flexível. Quando retornei, pedi para que a regulagem fosse alterada para o modo mais duro e fiquei surpreso com a mudança. Ela ficou mais rígida, sem ficar arisca, o que impressionou foi a resposta quase que imediata a força exercida nos pedais.   

 

Outra vantagem desta nova tecnologia é a possibilidade de não haver alteração de flexibilidade vertical em todos os tamanhos de quadro, porque o canote no tubo superior tem um comprimento semelhante. Seja qual for o tamanho do seu quadro, poderá utilizar toda a flexibilidade oferecida pelo sistema IsoSpeed. 

 

A Madone SLR pode ser equipada com freio à disco ou freio no aro. Ambas as tecnologias de freio estão totalmente integradas no desenho geral do quadro. A versão com freio no aro é mais leve, com os freios integrados no design do quadro para não criar atrito com o vento. A versão com freio à disco oferece um poder de freagem inquestionável sem prejudicar o perfil aerodinâmico da bicicleta. 

 

 

Ela também oferece aos ciclistas mais opções de avanço, tamanhos de guidões adicionais e uma rotação do guidão de +/- 5 graus. Com esta nova atualização de ajuste, a Trek fornece um dos aspectos mais amplos de ajustes de competição para homem e mulher com um cockpit aerodinâmico.  

 

O novo modelo apresenta modelos específicos para homens e mulheres. Ambos apresentam a mesma plataforma de quadro. Existem elementos específicos para mulheres como o selim, a largura do guidão e o comprimento da mesa pensados para uma melhor adaptação à maioria das ciclistas desde o primeiro momento.Utilizada por ambas as equipes de ciclismo profissional, tanto pela Trek-Segafredo como pela Trek-Drops, a nova Madone está disponível para personalização através do programa Project One, incluindo as inovadoras opções de pintura ICON exclusivos para a Madone.

 

O modelo testado estava com freios a disco e grupo fechado Shimano Ultegra e pesava 7,5kg.

 

 

Compartilhar
Twittar
Please reload

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Please reload

Procurar por Tags
Nosso canal no Youtube
logo timeraiz.png
logoLPH.png
PDS CLEAN.png