Cape Epic: Annika e Anna VD Breggen vencem mais uma e já miram o bicampeonato na África do Sul

20 Mar 2019

 

A 3ª etapa da Cape Epic de 2019 brindou os atletas com uma manhã fria e nublada. O percurso de 107km incluiu 2.800m de subidas e levou os ciclistas para um loop ao redor de Oak Valley Estate na região de Grabouw, África do Sul.

O cenário da prova contou com muita escalada, como a poderosa subida de Groenlandberg nos primeiros 30 km da corrida. A descida técnica da Land Rover seguiu após a maior subida do dia, causando muitas vítimas e tirando as esperanças de algumas ciclistas na briga pela classificação geral. 
 
A equipe Spur / Kross de Ariana Luthi e Maja Wloszczowska, que indiscutivelmente era a principal adversária da equipe Investec-Songo Specialized, foi vítima de uma queda feia, perdendo mais de 20 minutos na etapa, caindo para o terceiro lugar na classificação geral.
 
“Foi bom hoje, eu não estava me sentindo bem ontem. Estava mais recuperada e tivemos um dia muito bom e consistente. O terreno era brutal com muitos buracos e pedras, meus braços e mãos definitivamente levaram uma surra” - afirmou Annika. 
 
“Sabíamos que havia um hotspot no início da etapa e decidimos testar nossas pernas e nossas concorrentes. A partir disso apenas mantivemos o ritmo e coube ao resto do pelotão nos perseguir ”- acrescentou Langvad.
 
Annika e Anna VD Breggen terminaram novamente em primeiro lugar, ilesas e com alto astral.

 

 
“Eu pude ver e sentir que Annika estava tendo um dia melhor do que ontem. Tentei poupar o máximo de energia possível, mas a última parte era muito difícil para mim. É incrível como ela estava tão forte hoje” - disse Anna VD Breggen.
 
Quando perguntada sobre a 4ª etapa, Anna respondeu: “O  contrarrelógio de 40 km será difícil. Com certeza é um dia mais curto, mas quando você vai rápido, torna-se difícil, sem dúvida.”
 
Anna e Annika correm a bordo de suas mountain bikes S-Works Epic com rodas Roval Control SL29. Anna utiliza a combinação de pneus Fastrak 2.1 na frente e atrás, enquanto Annika prefere um pneu Fastrak 2.1 na dianteira e um Renegade 2.1 na traseira. Ambos as atletas utilizam um canote retrátil de 80mm de curso para auxiliar nos terrenos técnicos, equipado com um selim MIMIC.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Please reload

Procurar por Tags
Nosso canal no Youtube
logo timeraiz.png
logoLPH.png
PDS CLEAN.png