Bike Series Interlagos: bicicletas invadem templo do automobilismo mundial


Medalha de participação na prova / @m_mirandaphoto

Uma manhã de domingo com temperaturas baixas para um carioca em São Paulo, na hora da largada os termômetros marcavam 14º graus. Mas a animação de aproximadamente 1200 participantes, aquecia o ambiente antes do início da segunda etapa de 2022 do Bike Series, em Interlagos. Local histórico para o esporte a motor do País e do mundo que foi invadido pelas bicicletas.

No lugar de carros nos boxes, bicicletas / @m_mirandaphoto

A largada e chegada aconteceram na reta dos boxes, na demarcação oficial do circuito, a mesma utilizada pela F1. Os ciclistas foram divididos em três grupos e as largadas aconteceram em ondas, com intervalos de 30 segundos. A primeira volta foi toda neutralizada, com velocidade reduzida, controlada por motos da Federação Paulista de Ciclismo e um Tesla de carro madrinha. Este procedimento é para que todos possam fazer o reconhecimento do percurso, já que algumas pessoas como eu, não chegaram a tempo para girar na véspera.

Ciclistas aquecendo na frente dos boxes / @m_mirandaphoto

Não pense que por ser em um autódromo a prova é plana e fácil. O circuito tem subidas que acumulam 89 metros de altimetria por volta, em alguns trechos chega a variar entre 8º a 11º graus de inclinação. O circuito de Interlagos é uma pista técnica que ao longo do desafio de 3 horas soma-se mais de 2000 metros de ascensão.


CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR


Mapa de acesso ao autódromo / Divulgação

Bike Series é uma prova de ciclismo com diferencial nos percursos, basicamente as disputas acontecem em autódromos, em ambientes controlados e em total segurança para os participantes. O BS em 2017 escolheu um lugar diferente e fez uma prova no Aeródromo Irmão Ribeiro, em Espírito Santo do Pinhal (SP).


O Autódromo de Interlagos (SP) foi o local que mais recebeu etapas do Bike Series nestes oito anos de existência, com a etapa deste domingo (05) atingiu a marca de 10 edições.


Tudo pronto na véspera da prova / @m_mirandaphoto

Interlagos viu o primeiro título mundial do inglês Lewis Hamilton, em 2008 que depois venceria a F1, mais outras seis vezes e empataria com alemão Michael Schumacher como maior vencedor do mundial. Em 1991 e em 1993 Ayrton Senna levou a melhor no circuito que ele ajudou a desenhar em uma de tantas reformas feitas no autódromo. Um trecho sinuoso da pista parece um S e tem o nome de S do Senna.


O circuito tem sentido anti-horário e cada volta possui a extensão de 4km e 309m. Nele são realizadas as principais competições de automobilismo do Brasil. É conhecido internacionalmente por sediar a etapa do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 e o festival de música Lollapalooza. Em 1985, o Autódromo de Interlagos foi batizado Autódromo José Carlos Pace, em homenagem ao piloto brasileiro vencedor do GP Brasil de 1975, que teve uma morte trágica em um desastre aéreo em 18 de março de 1977.

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube