top of page

Campeonato Brasileiro de MTB 2023 por Raiza Goulão


Raiza no Brasileiro de MTB / Cesar Delong

"O Brasileiro de Mountain Bike é sempre a prova mais esperada por nós atletas, e ainda mais para mim, que tinha em jogo a defesa de dois títulos, XCC e XCO. Para nós ciclistas, a maior honra é poder vestir a camisa de sua equipe com as cores da bandeira do Brasil nela. No ano, para mim, o Campeonato Nacional é a prova mais importante que disputo no Brasil. Na sexta-feira (21), corri o XCC, ou seja, a prova na versão encurtada do XCO. Este ano o evento foi realizado no Mobai Bike Land, em São José dos Campos (SP). Uma pista totalmente atípica do que estamos acostumadas. Exigia muita força e foi realizada 100% dentro de um bike-park, algo que eu nunca tinha corrido antes. Era muito físico mesmo. No Short Track fiz uma boa prova. Estudar, analisar e ver o momento certo para acelerar. Resisti a alguns ataques da Karen Olimpio e consegui manter a camisa de campeã brasileira no XCC. É uma modalidade que não é minha principal e nunca foi meu ponto forte, mas fiquei muito feliz pela conquista. Já no domingo (23), alinhei para o Cross Country Olímpico (XCO) e confesso que me deixei levar um pouco pela ansiedade. Como já falei, a pista exigia demais do físico. Olhando de fora, era realmente um jogo de xadrez. Era mais estratégia do que uma prova de explosão. Nenhuma das voltas fizemos forte, no limite. Foi uma prova realmente de politicagem, termo que usamos para definir muitas vezes o que acontece no mountain bike dentro da pista. Eu era a atleta a ser batida, botei minha camiseta conquistada em 2022 para jogo e todas as adversárias estavam em busca dela.

Comemoração clássica da Raiza / Cesar Delong

Infelizmente, não me conectei nessa prova. Não digo fisicamente, mas mentalmente. Cometi alguns erros estratégicos e, na bike, não podemos cometer erros principalmente no que diz respeito a foco e concentração. A Karen optou pela estratégia melhor e se impôs no momento certo, por isso tenho que parabenizar ela pelo título. Ela tem trabalhado muito forte por isso. Assim, não se pode jamais desmerecer a adversária e sim parabenizá-la pelo resultado. Todas nós fazemos o nosso máximo e abdicamos de muitas cosias para estar ali. Uma segunda colocação para mim, que eu tenho total certeza que me fará crescer. É nas "derrotas", por assim se dizer, que nós repensamos muitas coisas. A meta é sempre crescer e evoluir. Saio de São José dos Campos ciente do trabalho duro que terei pela frente na temporada. Vou para Arcos, competir na Internacional Estrada Real, para na sequência embarcar para Europa, onde terei uma forte sequência de corridas até o começo de setembro, em Les Gets, na França. Quanto ao resultado do domingo, ficou um gostinho amargo, ainda estou digerindo tudo que aconteceu, mas com certeza em 2024 vou voltar ao Campeonato Brasileiro de Mountain Bike com tudo para buscar essa camiseta de campeã brasileira na principal modalidade que disputamos, o XCO. Agradeço a todos que estiveram do meu lado lá em São José dos Campos. Sejam as pessoas que me acolheram e foram torcer por mim até a última curva da última volta, seja me quem mandou energias de longe. Agradecer também a minha equipe Squadra Oggi, por todo apoio irrestrito que me dão." Por Raiza Goulão.

Komentarze


Siga o Planeta da Bike

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

Nosso canal no Youtube

bottom of page