Cavendish vence outra no dia que o Tour de France completa 118 anos e se declara à equipe


Cavendish comemorando com a equipe / © Tim De Waele - Getty Images

No dia em que o Tour de France completou 118 anos, o britânico Mark Cavendish venceu pela 32ª vez uma etapa. corrida e a terceira em Châteauroux, a cidade onde ele conquistou sua primeira vitória no Le Tour em 2008. A sexta etapa teve 160km, entre Tours e Châteauroux.

Cavendish contou novamente com uma fantástica ajuda da equipe Deceuninck - Quick-Step que trabalhou incessantemente na frente desde o momento em que a fuga foi formada e mais tarde se beneficiou a 150 metros do final e escapar dos outros favoritos, assim como fez em Fougères, há dois dias. Com as duas mãos colocadas na cabeça, assim como nas vezes anteriores que venceu em Châteauroux (2008 e 2011). Cavendish comemorou sua 50ª vitória em estágios nos Grand Tours - uma enorme conquista para o jovem de 36 anos, que mesmo nesta idade continua a mostrar a mesma paixão desenfreada, compromisso e desejo que alimentou sua carreira desde que se tornou profissional.

“Os meninos trabalharam duro o dia todo e fizeram um trabalho fenomenal, e não posso ser grato o suficiente a eles pelo tanto que se enterraram. O final foi cheio de gás, lembrando o de dez anos atrás, quando fomos tão rápido nos últimos dez quilômetros que quase cheguei ao limite. O vento estava vindo da direita e eu estava do lado esquerdo, então esperei uma fração de segundo a mais nas rodas antes de abrir meu sprint. Vencer de novo o Tour, onde tem um grupo incrível de velocistas, é simplesmente lindo e estou super feliz ”, disse Mark na coletiva de imprensa.

Cavendish também elogiou seus companheiros de equipe depois de garantir outra vitória memorável, que ampliou sua liderança na classificação da camisa verde: “Tim foi novamente formidável, mantendo o estágio sob controle, enquanto Dries, Mattia e Kasper fizeram questão de trazer de volta os dois fortes fugitivos antes de Julian fazer outro grande esforço nos últimos dois quilômetros. Tudo o que tive de fazer a partir de então foi ficar na roda de Ballero e Michael, que permaneceram frios como um pepino, e fazer minha corrida. Eu não posso te dizer o quão grato eu sou a este incrível grupo de caras. Tim me perguntou depois da etapa se eu estou na melhor forma da minha vida, mas a verdade é que estou no time da minha vida. ” Agora ele tem duas vitórias a menos que o detentor do recorde, o belga Eddy Merckx (34), lenda do esporte. Será que Cavendish atingirá a marca neste Tour?

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube