CIMTB passa a ser o foco dos ciclistas brasileiros, após bons resultados no Pan-Americano


Avancini e Zé Gabriel são acompanhados pela torcida / Cesar Delong

O Brasil foi muito bem representado pelos seus ciclistas na semana passada, durante a realização do Campeonato Pan-Americano de MTB, em Catamarca, na Argentina. As diversas medalhas conquistadas, entre as provas de Team Relay, Eliminator (XCE), Short Track (XCC) e Cross Country Olímpico (XCO), permitiram aos atletas somarem importantes pontos nos rankings olímpico e mundial. Agora, a etapa de Araxá (MG) da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike, entre os dias 24 e 26 de junho, passa a ser o grande atrativo para os atletas na corrida por vagas na Olimpíada de Paris 2024.


Duas são as provas que contarão pontos em Araxá, para os dois rankings da UCI no cross-country, o olímpico e o internacional: o Short Track, marcado para a manhã de sábado (25), e o Cross Country Olímpico, durante o domingo (26). Ao todo, serão 110 pontos ofertados nas duas competições, 10 para os campeões do XCC e outros 100 para os vencedores do XCO nas elites masculina e feminina. Uma pontuação significativa, que permitirá ao Brasil brigar por vagas entre os representantes nos próximos Jogos Olímpicos, na França.


Com os resultados do fim de semana, o Brasil tem agora Henrique Avancini ocupando a 4ª colocação do ranking mundial, após subir cinco posições no ranking mundial. Avança somou 215 pontos com o título do XCO e o vice-campeonato no XCC. José Gabriel Marques também teve uma boa evolução, ao somar 115 pontos e assim subir nove posições no ranking, agora em 45º. Assim, o Brasil sobe para 4ª posição no ranking das nações, ao somar a pontuação dos três melhores ciclistas, Avancini, Zé Gabriel e Gustavo Xavier.


Elite feminina do Brasil em Araxá / Cesar Delong

Entre as mulheres brasileiras, Raiza Goulão foi a que mais somou pontos, 130 ao todo, subindo de 83ª para 60ª no ranking mundial. Hercília Najara também destacou-se, com 115 pontos somados, sendo agora 56ª colocada, assim como Letícia Cândido também fez bonito, ao ser a melhor brasileira no XCO em Catamarca (5ª posição), somando 80 pontos e subindo de 68ª para 58ª. As pontuações no ranking de Hercília e Letícia, somadas a de Isabella Lacerda, colocam as mulheres brasileiras em 16º lugar do ranking das nações, subindo três posições.


Em comum a todos esses atletas, está o fato de que eles irão disputar a Copa Internacional Michelin de MTB, daqui pouco mais de três semanas, em Araxá. "Esses resultados dos brasileiros na Argentina nos motiva ainda mais a fazer uma excelente competição, no final do mês que vem, lá no Barreiro. Estamos muito felizes pelos brasileiros e por tudo que lá conquistaram em Catamarca", comemora Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Michelin, evento que conta com apresentação da CBMM.


Em Araxá, três modalidades do mountain bike cross country serão disputadas. Na CIMTB Michelin, haverá a realização do XCC (Short Track), Classe 3, e do Hors Class no formato de XCO (Cross Country Olímpico), ambos contando pontos pela UCI (União Ciclística Internacional). Haverá também a realização da Copa Sense CIMTB de Maratona, na modalidade XCM (Cross Country Maratona). Serão, ao todo, 41 categorias em disputa na competição.


As inscrições para a etapa de Araxá da CIMTB Michelin podem ser feitas diretamente no site do Sprinta: https://app.sprinta.com.br/event/94945625d9ea6434c1. Para acessar todas as informações relativas ao evento, basta entrar no site oficial da prova - www.cimtb.com.br e clicar em Informações, acessando as abas Regulamentos e Programação. Ambas contêm todas as informações do evento marcado para o último fim de semana do mês de junho.

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube