Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e EGLO estudam parceria para gerir Velódromo da Rio-2016


Velódromo Olimpico do Rio / Jacqueline Howard

Escritório de Governança do Legado Olímpico recebeu, na tarde da última quarta-feira (16.12), o presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), José Luiz Vasconcellos, e o Gestor de Alto Rendimento da entidade, Fernando Fermino. Pelo lado do EGLO, estiveram presentes Mauricio Pelegrineti e Glaucia Jacob. A intenção das entidades é realizar um Acordo de Cooperação Técnica para gestão do Velódromo do Parque Olímpico da Barra pela CBC, com foco na realização de treinamentos das equipes brasileiras visando à preparação para grandes eventos agendados para 2021 e para a detecção de novos talentos.

Velódromo Olimpico do Rio / Jacqueline Howard

A parceria prevê uma relação sem repasse de recursos, pautada pela expertise da confederação, com apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB), em ter a qualidade técnica para a ocupação do espaço do velódromo, pela utilização da estrutura em busca de resultados esportivos aos atletas brasileiros e pela busca do EGLO em dar finalidade esportiva frequente aos equipamentos do Parque Olímpico sob sua gestão.

Representantes do EGLO e da CBC no velódromo / Divulgação

A gestão técnica da confederação não impede que o velódromo seja aproveitado para eventos de outras modalidades e de outras finalidades, até porque a área central da arena é de múltiplas funções. O Escritório de Governança do Legado Olímpico é vinculado à Secretaria Executiva do Ministério da Cidadania e foi criado por meio do Decreto nº 10.154, de 4 de dezembro de 2019. Em 30 de junho de 2020, a atuação foi prorrogada por meio do Decreto nº 10.408. A entidade é responsável pela gestão do velódromo, do Centro Olímpico de Tênis e das Arenas Cariocas 1 e 2, no Parque Olímpico da Barra.

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube