top of page

Conheça os principais nomes do Mundial de Paraciclismo de Pista que começa amanhã no Rio de Janeiro


Mundial de Paraciclismo 2024 / Miriam Jeske - CBC

Na próxima quarta-feira (20), começa o Mundial de Paraciclismo de Pista no Velódromo Olímpico do Rio de Janeiro. A competição reúne as principais estrelas do ranking mundial da modalidade e é a última chance que os atletas têm de pontuar e carimbar o passaporte para os Jogos Paralímpicos de Paris-2024.


Entre os 287 atletas de 39 países, há 23 brasileiros (15 homens e 8 mulheres) que sonham em ouvir o hino do país no lugar mais alto do pódio. Dois deles já conseguiram o feito: Lauro Chaman, em 2018, também no Rio, e Soelito Gohr, em 2014. Ambos disputam a classe C5. Conheça alguns dos competidores de cada categoria:


Tandem

Neil Fachie é um dos destaques

Entre os homens, os cinco primeiros colocados do ranking mundial de 2023 estarão no Rio. São eles: o japonês Kazuhei Kimura, o britânico Neil Fachie, o alemão Thomas Ulbricht, o malaio Mohd Khairul Hazwan Wahab e o holandês Tristan Bangma. Fachie é o atual campeão mundial de sprint e contrarrelógio da categoria, enquanto Bangma detém o título da perseguição individual. Nesta edição, os representantes brasileiros serão Bruno Bonfim dos Anjos e Luciano da Rosa.


Entre as mulheres, oito das dez primeiras colocadas disputam o Mundial do Rio. A britânica Sophie Unwin, que lidera a lista, defende no Rio os três títulos disputados pela classe: contrarrelógio, velocidade e perseguição individual. As malaias Nur Suraiya Muhammad Zamri (2ª) e Nur Azlia Syafinaz Mohd Zais (3ª), a australiana Jessica Gallagher (4ª), a britânica Elizabeth Jordan (5ª), a estadunidense Hannah Chadwick (6ª), a britânica Lora Fachie (7ª), a irlandesa Katie-George Dunlevy (9ª) também estarão na disputa. As representantes brasileiras são Bianca Canovas Garcia (23ª), que conquistou o bronze na perseguição individual nos Jogos Pan-Americanos, e Márcia Ribeiro Gonçalves Fanhani.


Classe 1


No masculino, nove dos dez primeiros colocados do ranking mundial 2023 lutarão pelas medalhas da categoria no Rio. Entre eles está o brasileiro Carlos Alberto Gomes Soares, que ocupa a nona colocação. No ano passado, ele conquistou duas medalhas de prata nos Jogos Pan-Americanos. Há uma dobradinha chinesa no topo da lista, com Weicong Liang e Zhangyu Li, que é o atual campeão mundial da perseguição individual. Quarto colocado no ranking, o espanhol Ricardo Ten conquistou o ouro nas provas de Scratch e Omnium e a prata na perseguição individual. Já o britânico Sam Ruddock, quinto colocado no ranking, é o atual campeão mundial de contrarrelógio.


Wangwei Qian em ação / Divulgação

No feminino, a competição é entre uma chinesa e duas britânicas. Wangwei Qian, que liderou a lista final, é a atual campeã mundial de contrarrelógio e prata em Scratch, Omnium e perseguição individual. Nessas três disputas, a britânica Frances Brown é a atual campeã, além de dona da prata do contrarrelógio. Sua compatriota Katie Toft ocupou a quarta colocação nas quatro provas e foi também a quarta no ranking final 2023.


Classe 2


Entre os homens, em 2023, a França varreu todos os ouros das provas individuais da categoria no Mundial. Atual número 2 do ranking, o francês Alexandre Leaute, de 21 anos, defenderá os títulos de três das quatro provas: contrarrelógio, perseguição individual e Omnium. O ouro restante ficou com o compatriota Florian Chapeau, de 23 anos, quarto colocado no último ranking de 2023. Victor Luise de Oliveira Herling, de 42 anos, ocupa a 25ª posição na lista e, assim como Edson Fernando Jorge, representa o Brasil na disputa.


Sabrina Custódia no Mundial da França / Divulgação

Entre as mulheres, a brasileira fechou o ranking internacional de 2023 na quinta colocação.  Campeã pan-americana de contrarrelógio e perseguição individual em 2023, ela chegou bem perto de medalhar também no último Mundial, ficando em quarto lugar no Omnium e no contrarrelógio. Já em 2022, Sabrina comemorou a prata inédita para o Brasil no Mundial na França. Victoria Maria de Camargo e Barbosa, que conquistou dois bronzes e garantiu duas dobradinhas brasileiras no Pan, ocupa a 16ª posição na lista. Mikaeli de Araújo Lima completa a equipe brasileira. Elas terão pela frente a australiana Amanda Reid, campeã do ranking 2023 e atual campeã de contrarrelógio e Omnium, a suíça Flurina Rigling (3ª), atual campeã da perseguição individual, e a alemã Maike Hausberger (4ª), atual campeã de Scratch.


Classe 3

Jaco Van Gass é um dos favoritos ao ouro no Rio / Divulgação

No ranking masculino 2023 desta categoria, a dobradinha é britânica. No topo da lista, Jaco Van Gass, de 37 anos, é o atual campeão mundial de Omnium, Scratch e contrarrelógio. Na peseguição individual, ficou com a prata, mas a dobradinha se manteve no pódio. O compatriota Finley Graham, de 24 anos, ficou com o ouro da perseguição individual. Ambos estarão no Rio defendendo os títulos mundiais da Classe C3. Eduardo Carvalho Hipólito de Araújo e Nícolas Nogueira Rodrigues representam o Brasil na disputa.


No feminino, a brasileira Amanda Antunes de Paiva fechou a temporada passada na sexta colocação no ranking mundial. Ela passou perto do bronze na perseguição individual nos Jogos Pan-Americanos e no Omnium no Mundial de 2023, terminando ambas em 4º lugar. Suas principais adversárias no Rio serão a chinesa Xiaomei Wang (líder do ranking e atual campeã mundial de Scratch), a canadense Mel Pemble (segunda do ranking, atual campeã mundial de Omnium e atual campeã pan-americana de contrarrelógio e perseguição individual) e a holandesa Aniek van der Aarssen (prata no Mundial de 2023 em contrarrelógio, perseguição individual e Omnium.

Comentarios


Siga o Planeta da Bike

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

Nosso canal no Youtube

bottom of page