Estrelas internacionais confirmadas no Ironman Brasil 2022



Grandes nomes do triatlo internacional já estiveram em Jurerê Internacional para a disputa pelo título da principal prova do gênero feita no país. Essa tradição continuará forte no Itaú BBA Ironman Brasil, que será realizado no próximo dia 29 de maio, com a presença de algumas das atuais estrelas do circuito. Na categoria Elite estarão em jogo quatro vagas para a final do Mundial Ironman, no Havaí, sendo duas no masculino e duas no feminino.


Entre os homens, estão inscritos o francês Arnaud Guilloux, campeão do Ironman de Wales, o equatoriano Diego Vasquez, o canadense Elliot Holtman, campeão do Ironman da Austrália, o português Filipe Azevedo, campeão do Ironman 70.3 China, o argentino Mario Elias, terceiro colocado no Ironman de Cozumel (México), o norte-americano Aaron Kolk, que este ano ficou em oitavo no White Lake Half.


Já entre as mulheres, as atrações são a norte-americana Angela Naeth, oitava colocado no Ironman World Championship em 2018; a holandesa Els Visser, campeã do Ironman de Maastrich (Holanda) em 2018, a espanhola Gurutze Frades, recordista nacional de longas distâncias e nove vezes pódio de provas Ironman, e a sueca Sara Svenks, campeã do Ironman de Barcelona, Cozumel e St. Pölten.


Ao longo de 20 edições, os argentinos Eduardo Sturla, com quatro títulos, e Oscar Galindez, com três, são os estrangeiros que mais brilharam em Florianópolis. Eles estão ao lado de outros nomes de respeito, como o alemão Olaf Sabatchus, bicampeão, do belga Marino Vanhoenacker, do canadense Brent McMahon e do britânico Tim Dom, estes três últimos com tempos abaixo de 8 horas. Tim aliás, é o recordista da prova, com 7h40min23s, marca obtida em 2017.


Até o presente momento, nenhuma competidora estrangeira venceu mais de uma edição da prova, condição que pertence apenas à brasileira Fernanda Keller, primeira colocada em 2004 e 2008. A atual recordista é a norte-americana Sarah Piampiano, com 8h40min48s, marca atingida em 2019.

Ironman Brasil – Campeões

2001-Eduardo Sturla (ARG), 8h11min10s / Wendy Ingraham (EUA), 9h10min02s

2002 – Spencer Smith (GBR), 8h15min38/Nicole Leder (ALE), 9h24min45s

2003 – Oscar Galindez (ARG), 8h16min10/ Bárbara Buenahora (ARG), 9h33min21

2004 – Olaf Sabatchus (ALE), 8h19min32s/Fernanda Keller (BRA), 9h26min05s

2005 – Olaf Sabatchus (ALE), 8h50min56s/Joanna Zeiger (EUA), 9h29min43s

2006 – Oscar Galindez (ARG), 8h15min18s/Lisbeth Kristensen (DIN), 9h20min46s

2007 – Oscar Galindez (ARG), 8h21min11s/Nina Kraft (EUA), 9h12min39s

2008 – Eduardo Sturla (ARG), 8h28min24s/Fernanda Keller (BRA), 9h24min49s

2009 – Eduardo Sturla (ARG), 8h13min38s/Dede Griesbauer (EUA), 9h10min14s

2010 – Luke McKenzie (AUS), 8h07min38s/Tereza Macel (CAN), 9h26min08s

2011 – Eduardo Sturla, (ARG), 8h15min03s/Amy Marsh (EUA), 9h09min39s

2012 – Ezequiel Morales (ARG), 8h22min40s/Sofie Goss (BEL), 9h17min42seg

2013 – Timothy ODonnell (EUA), 8h01min32s/Amanda Stevens (EUA), 9h05min52s

2014 – Igor Amorelli (BRA), 8h07min53s/Sara Gross (CAN), 8h56min34s

2015 – Marino Vanhoenacker (BEL)/7h53min44s/Ariane Monticeli (BRA), 8h59min08s

2016 – Brent McMahon (CAN), 7h46min11s/Elizabeth Lyles (EUA), 8h54min11s

2017 – Tim Don (GBR), 7h40min23s**/Susie Cheetham (GBR), 8h52min00s

2018 – Jesper Svensson (SUE) - 8h08min06seg/ Kirsty Jahn (DIN) - 8h54min57seg

2019 – Andrew Potts (EUA) – 8h02min57s/Sarah Piampiano (EUA), 8h40min48s **

** recordes

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube