Kleber Ramos (Elite) e Igor Molina (Sub-23) são os campeões brasileiros de Ciclismo de Estrada


Kleber Ramos / Ana Patrícia - CBC

Atletas das categorias Elite e Sub23 masculino aceleraram forte no último dia do Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Estrada Elite e Junior, que foi realizado em Londrina, no Paraná. As provas deste domingo, 24, teve um percurso de 142km disputado exclusivamente na rodovia, com chegada e largada no Jardim Botânico.


Após não ser realizado em 2020, devido a pandemia, a competição retornou seguindo todas as orientações de prevenção ao coronavírus (Covid-19) e respeitando todas as diretrizes e orientações estipuladas pelos órgãos de saúde competentes, incluindo também às recomendações do Documento de Retomada do Ciclismo, elaborado pela área médica em parceria com o comitê de ética e integridade da CBC.


Na categoria Elite, prevaleceu a regularidade do atleta Kleber Ramos, que contou com o importante trabalho da sua equipe, Memorial/Santos, para conquistar o título brasileiro e ainda comemorar a dobradinha com o seu companheiro Antonio Garnero. Cristian Egídio da Rosa, da Taubate Cycling Team, completou o pódio na terceira colocação após uma grande apresentação. Os três primeiros colocados chegaram escapados com o tempo de 3h38min35.


“A prova de hoje tem uma emoção diferente, um gostinho especial. É um sonho de criança, desde muitos cedo eu sempre pensei em um dia conseguir conquistar essa prova. Agora, posso dizer que estou realmente realizado dentro do meu esporte”, destacou Kleber.


Igor Molina campeão Sub-23 / Ana Patrícia - CBC

Os atletas da Sub23 também mostraram muita disposição durante a disputa. Foram vários momentos de ataques em trechos exigentes do percurso, mas nada abalou o objetivo do atleta Igor Molina, que desembarcou de uma temporada na Europa exclusivamente para competir o brasileiro.


“A vitória no campeonato brasileiro vai ser muito importante para ganhar ainda mais visibilidade na minha próxima temporada na Europa. Vencer em casa é sempre muito gratificante. Mesmo um pouco chateado, por ter tido um problema mecânico e ser obrigado a trocar a minha roda traseira, consegui fazer uma boa prova, estava me sentindo muito bem e estou muito agradecido a Deus por conseguir terminar a minha temporada com esse título”, comentou Igor.


Igor Molina, que defende a equipe espanhola Bierzo Laciana C.D.C, completou a prova em 3h41min32 e ficou com a medalha de ouro. A prata ficou com Orlando Neto, da Rondobikes Cycling Team, seguido por Pedro Figueiredo, na terceira posição com o bronze.

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube