top of page

Monster BMX Park Internacional tem vitória do Brasil e Argentina


Monster BMX Park Internacional / Divulgação

Os títulos do Monster BMX Park Internacional, evento que contou pontos para o ranking qualificatório do Jogos Olímpicos de Paris 2024, ficaram com o Brasil e a Argentina. No masculino, o paulista Gustavo “Bala Loka”, de Carapicuíba, fez bonito e confirmou seu favoritismo na Pista de Esportes Radicais de Taubaté, totalizando 80,32 na sua melhor volta na final disputada neste domingo. O segundo lugar ficou com outro brasileiro, Cauan Madona do Nascimento, com 73,11, enquanto o terceiro foi do colombiano Julian Aguilar, com 72,00.

No feminino, a argentina Analia Gabriela Zacarias foi a grande campeã, garantindo o primeiro lugar com a nota de 72,63 pontos. A segunda colocação também foi da Argentina, com a atleta Agustina Roth, que fechou a volta com 70,68; e a terceiro da brasileira de Porto Alegre (RS) Carolina Bitencourt, com 67,82.

O Monster BMX Park Internacional agitou a cidade de Taubaté no fim de semana. Depois das qualificatórias no sábado, os melhores atletas, 12 no masculino e oito no feminino, disputam as finais na tarde deste domingo. O bom público presente na Pista de Esportes Radicais vibrou muito com as manobras arrojadas de competidores de seis países, todos em busca de pontos no ranking da União Ciclística Internacional – UCI – e também lutando por ficar mais próximo de uma vaga nos Jogos de Paris.

No masculino, Gustavo “Bala Loka”, o melhor atleta nacional no ranking da modalidade, confirmou essa condição com um desempenho irretocável e descidas de muita técnica e adrenalina. “Segurei um pouco porque estou com medo de machucar antes da viagem que faço nesta segunda. Mesmo não forçando, fui atrás do título como sempre e estou muito feliz com isso. Sem dúvida estar no pódio motiva a seguir neste ritmo para conseguir uma vaga nos Jogos”, destacou o campeão e que este ano foi bronze no Pan de BMX do Paraguai.

Analia, por sua vez, acabou tirando a chance de vitória brasileira no feminino. A argentina também foi muito bem e garantiu o segundo título em sua quarta participação em torneios no país. “Meu primeiro título como profissional foi em São Bernardo do Campo (SP) e, por isso, me sinto em casa. Muito feliz por mais um resultado positivo e por poder representar meu país. A organização o e BMX feminino do Brasil cresceram muito é muito bom poder estar aqui”, afirmou a atleta de 34 anos, natural de Missiones.

Resultados

Masculino

1. Gustavo “Bala Loka” (BRA), 80,32 pontos

2. Cauan Madona dos Nascimento (BRA), 73,11

3. Julian Aguilar (COL), 72,00

4. Ezequiel Helmreich (ARG), 70,93

5. Diego Galdnmes (CHL), 70,66

Feminino

1. Analia Zacarias (ARG), 72,63

2. Agustina Roth (ARG), 70,68

3. Carolina Bitencourt (BRA), 67,82

4. Eduarda Bordignon (BRA), 67,73

5. Patrícia Bordon (BRA), 61.01

Comentarios


Siga o Planeta da Bike

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

Nosso canal no Youtube

bottom of page