Shimano Fest movimenta milhões e aumenta em 30% o volume de negócios


O evento contou com apresentação de BMX / @m_mirandaphoto

A edição 2022 do Shimano Fest 2022 recebeu 48.8 mil visitantes ao longo de quatro dias, no Memorial da América Latina, em São Paulo, um crescimento de 20% em relação a 2019, último ano presencial antes da pandemia. O volume de negócios também superou as expectativas. Com 230 marcas nacionais e internacionais, o maior festival latino-americano da bicicleta, com patrocínio máster da OGGI Bikes, movimentou R$ 45 milhões, aumento de 30% se comparado ao evento presencial anterior.


Jaime de la Rica, diretor geral da Shimano Latin America, comemora o sucesso da retomada do Shimano Fest ao modelo presencial após três anos. “Realmente a Shimano transformou São Paulo na capital latino-americana da bike nesses quatro dias. O aumento no número de visitantes e volume de negócios atesta que estamos no caminho certo. Seguiremos trabalhando para atender esse mercado cada vez melhor, garantindo produtos de qualidade, confiabilidade, segurança, tecnologia e desempenho, como só a Shimano sabe fazer”, ressalta.


O Shimano Fest 2022 se estruturou no Memorial da América Latina para receber mais pessoas, mais expositores e mais profissionais do setor (somente o número de profissionais credenciados superou a casa dos 7.200, recorde para o evento). Para isso, o festival passou por reformulação estrutural e ganhou uma área de exposição das empresas 60% maior que há três anos, passando de 2.293 m2 para 3.700m2.

Bicicletário lotado / @m_mirandaphoto

“Além do enorme volume de público e números altamente positivos nos negócios, há outro fator igualmente importante a ser festejado no Shimano Fest. Nossa filosofia de trabalho para a edição 2022 foi chamar a atenção e envolver o nosso segmento em iniciativas voltadas à preservação do planeta. A bicicleta é um veículo sustentável e é nossa missão levantar a bandeira pelo meio ambiente. Promovemos palestras e espaços para discussão sobre o tema como parte da nossa colaboração para um futuro melhor. E já vamos começar a trabalhar para a edição 2023, que também será em agosto”, completa Rogério Tancredi, gerente comercial e de marketing da Shimano Latin America.


Entre as ações voltadas à preservação da Natureza, a Shimano contou com a parceria com Mariana Mennato, fundadora do Projeto Seu Lixo Meu, que ministrou palestras com o tema “Seu Lixo Meu”. A organização do Shimano Fest incluiu o Espaço Black, que recebeu empreendedores da bicicleta que representam minorias, como a Bicipreta – empresa de mobilidade de Salvador; Pedalar – empreendimento de Queimados, região periférica do Rio de Janeiro, onde promove equidade social através da capacitação, produção e venda de quadros de bambu; MGLV – estúdio criativo que traz discussões de raça e gênero para o âmbito da mobilidade urbana, moda, e produção artística.


Público em uma das três áreas cobertas / @m_mirandaphoto

A tradição do Shimano Fest vai de encontro a relação do paulistano com a bicicleta, que tem se tornado mais forte nos últimos tempos. Hoje, São Paulo tem uma frota de bikes que ultrapassa a casa do 1,6 milhão. É a cidade com maior malha cicloviária do país, com 699,2 km, número que pode chegar a mil quilômetros até 2024. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), somente no primeiro trimestre deste ano, o fluxo de ciclistas cresceu 22,8% nas três das principais vias da cidade. A Ciclovia Novo Rio Pinheiros, por exemplo, recebeu 230 mil acessos, o equivalente a 60% do total observado em todo o ano passado.

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube