top of page

Transporte Ativo e LABMOB-UFRJ lançam nova Pesquisa Nacional sobre o Perfil do Ciclista Brasileiro



A recém lançada terceira edição da Pesquisa Nacional sobre o Perfil do Ciclista Brasileiro e suas motivações para utilizar a bicicleta conta com mais de 10 mil ciclistas entrevistados em 16 cidades de diferentes tamanhos e localizadas nas diferentes regiões brasileiras. Os locais escolhidos foram: Belém, Botucatu, Brasília, Cabo Frio, Campo Grande, Campos dos Goytacazes, Ilhabela, Maceió, Mogi das Cruzes, Niterói, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.


A pesquisa foi organizada pela Transporte Ativo e pelo LABMOB-UFRJ, e contou com uma extensa rede de organizações colaboradoras que levaram a campo, durante os meses de setembro a novembro de 2021, mais de 180 pesquisadores. Devido a abrangência e a complexidade da pesquisa, sua concretização só foi possível através da participação e engajamento de todos os envolvidos, fruto de um grande esforço de ação coletiva.



Há uma revolução acontecendo nas cidades brasileiras tendo como protagonistas os ciclistas urbanos: as bicicletas são vistas com cada vez mais frequência nas ruas.

Os resultados sintéticos apresentados no estudo revelam as principais tendências do deslocamento por bicicleta no cenário de várias cidades brasileiras. Nesta edição foram adicionadas duas perguntas sobre a pandemia de Covid-19, que atinge as cidades brasileiras desde março de 2020. Com essas perguntas buscou-se entender como a pandemia impactou a rotina de deslocamento por bicicleta nas localidades pesquisadas.


Essa pesquisa é fundamental para a produção de conhecimento sobre o uso da bicicleta e também para a sua promoção como modo de transporte eficiente, saudável, seguro e ambientalmente correto. Com isso, esperamos que a utilização dos dados coletados e analisados em mais uma edição da pesquisa subsidie gestores públicos, planejadores e atores da sociedade civil envolvidos na formulação de políticas públicas e ações de promoção do transporte cicloviário.



As entrevistas foram feitas com pessoas de 12 anos ou mais de idade, que pedalam pelo menos uma vez por semana como meio de transporte, abordadas pedalando, empurrando ou estacionando a bicicleta.


As entrevistas foram distribuídas igualmente no tecido urbano pelas áreas centrais, intermediárias e periféricas das cidades. Estas áreas foram definidas pela organização local envolvida. As entrevistas foram realizadas apenas em dias úteis. Para ler o estudo na íntegra: http://ta.org.br/perfil/perfil21.pdf

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube
bottom of page