Trek se junta ao Responsible Packaging Movement para eliminar o plástico das embalagens


A Trek Bicycle aderiu ao Movimento de Uso Responsável de Embalagens para eliminar o plástico das embalagens destinadas aos consumidores, se juntando a dezenas de outras marcas na iniciativa lançada pela prAna. Como parte do compromisso de eliminar plásticos de uso único e excesso de resíduos da cadeia de fornecimento de embalagens, a Trek se juntou ao Responsible Packaging Movement (Movimento de Uso Responsável de Embalagens) liderado pela marca de roupas, prAna.  O movimento consiste em um grupo de marcas semelhantes que usam sua posição para abordar a questão das enormes quantidades de resíduos plásticos que assolam os oceanos da Terra. Juntas, elas estão procurando criar um mundo em que menos plástico exista.

Talvez o maior benefício do Movimento seja o índice compartilhado de alternativas em plástico que outros membros encontraram para causar uma mudança positiva no meio ambiente sem sacrificar a proteção aos produtos. Esta lista estruturada de soluções de como administrar os resíduos de plástico, terá uma enorme influência no avanço da remoção de plásticos das embalagens da Trek e da Bontrager. Para abordar o crescente problema gerado pela poluição do plástico, todas as instalações da Trek reduzirão seus volumes de resíduos depositados em aterros sanitários, a zero. As caixas de bicicletas deixarão de conter plásticos e, até 2024, as embalagens voltadas aos consumidores serão de uso único e sem a presença de plástico. Em um momento em que a redução das emissões de carbono é o foco principal na sustentabilidade, muitos podem perguntar por que a preocupação com uso do plástico. Para começar, espumas à base de plástico são incrivelmente difíceis de reciclar; sacos de filme fino, na maioria das vezes, não podem ser reciclados e são muito propensos a sair do lixo e acabar no oceano ou ao longo da estrada em seu próximo passeio; e abraçadeiras plásticas são quase sempre aterradas (além disso, elas são difíceis de reutilizar depois de removê-las). Para proporcionar um contexto maior, os aterros sanitários do mundo crescem 1,3 bilhão de toneladas a cada ano e a Fundação Ellen MacArthur descobriu que o oceano conterá mais resíduos plásticos do que peixes até 2050, se não for restringida a nossa dependência de plásticos de uso único.

Aderir à RPM (Gestão Responsável do Plástico) não foi o primeiro passo rumo à eliminação do plástico nas embalagens. Até 2020, uma caixa da bicicleta Marlin continha 24 embalagens descartáveis de plástico, para garantir a entrega da sua nova bicicleta ao revendedor autorizado mais próximo, no mesmo estado em que saiu da linha de fabricação. Agora ela usa 12. Mas a Trek não fabrica apenas bicicletas. Todas as camisetas, macaquinhos, jaquetas e similares do vestuário Bontrager, são embalados em sacolas de polietileno para proteger os materiais contra a migração da sujeira e dos corantes devido à umidade. As luvas, os suporte Bat e outros acessórios usam abraçadeiras plásticas para fixá-los às suas etiquetas de papelão. São necessárias muitas sessões de debates e estudos para revisar esses sistemas, e é aí que uma rede de pioneiros da área de embalagens irá ajudar a fabricante americana.

Enquanto as embalagens de proteção são essenciais para manter a integridade dos produtos para os clientes, aos novos proprietários e revendedores autorizados de equipamentos, resta frequentemente, a responsabilidades pelo descarte do resíduo plástico. Ao aderir ao Movimento de Uso Responsável de Embalagens, a marca está intensificando os esforços rumo a um futuro sem plástico para os revendedores autorizados e consumidores, para criar um mundo melhor para se viver e para pedalar.

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube
cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png