UB515 abre período de candidaturas para edição do próximo ano


Chegada do UB 515 / Sandra Guedes - Divulgação

O UB515 Brasil Ultra Triathlon abriu no último dia 14 o período de candidaturas para a

sua oitava edição, programada para ser realizada entre os dias 30 de abril e 2 de maio

de 2021.


Após o cancelamento de sua 7ª edição, 2020, devido à pandemia de COVID-

19, os organizadores decidiram aguardar a evolução do contexto no país para

divulgarem as datas da edição Ano Oito, no ano que vem.


O UB515 é disputado no mesmos moldes do Ultraman Havaí: no primeiro dia os

atletas nadam 10km e pedalam 145km; no segundo pedalam 276km e no terceiro

correm um dupla maratona, 84,4km, totalizando os 515km que dão nome a prova.

Para participar deste desafio épico não basta se inscrever, é necessário que o atleta

se candidate e, após a análise de currículo esportivo e entrevistas individuais com os

diretores de prova, seja admitido pela organização. O objetivo deste processo é

identificar os atletas com maior experiência em ultradistâncias e afinidade com o

propósito do evento, no qual os organizadores veem o triatlo não como um fim em

si, mas um meio para algo maior, um ressignificação do que seja a humildade e que

deixe no atleta um legado na sua vida pessoal e não apenas na sua vida esportiva.


Esta visão é retratada nas palavras havaianas Aloha (amor), Ohana (família) e Kokua

(solidariedade) e no lema “live the journey, be humble” (viva a jornada e seja humilde).

Andrius Luna, um dos diretores do UB515, confirmou que para 2021 os percursos não

serão alterados. “Em 2019 fizemos alterações significativas nos percursos do Dia 2 e

do Dia 3, objetivando aumentar a segurança dos atletas, equipes e otimizar a logística.


Sabemos que o Dia 3 ficou bastante desafiador, mas todos os feedbacks dos atletas

foram positivos. Anualmente montamos um comitê que analisa as possibilidades de

percursos e decidimos que para 2021 não faremos alterações”, revelou ele. Sobre

2022, Andrius gera expectativa:


“2022 provavelmente será outra história. Temos um carinho enorme pela Serra do Piloto”. Esta Serra, situada entre Mangaratiba e Rio Claro, no Rio de Janeiro, fez parte do percurso de bike do evento até a edição de 2018, e sempre foi considerada pelos atletas como o trecho mais duro do desafio, sendo responsável pela maioria dos cortes e abandonos do segundo dia de ciclismo.

A diretora Ana Lúcia Gil, moradora de Ubatuba, ex-triatleta profissional e finisher do

Campeonato Mundial de Ironman, torce por uma maior participação feminina na

próxima edição. “Todos os anos nesta fase nós, organizadores, criamos uma grande

expectativa sobre a participação feminina no evento. São memoráveis as participações

de atletas como Paula Miotto, Rosecler Costa, Vanuza Maciel, Luiza Tobar, Carla

Guerra, Livia Bustamante, Fernanda Morais e Marcia Mendes”, afirma Ana Lúcia.

Ubatuba, lindo balneário paulista, continuará a ser a cidade-sede do UB515, onde

acontecem a largada da natação e a chegada da ultramaratona.


“Ubatuba tem grande afinidade com o UB515 e seus valores. Estamos entusiasmados para trabalhar muito nos próximos dez meses, pois em 2020 sentimos muito a falta da Ohana UB em nossa comunidade”, afirma Maurício Abraão, também diretor do evento e morador da cidade. O diretor Alexandre Luna informou que as datas serão confirmadas de acordo com as liberações das autoridades estaduais e municipais nos próximos meses. “Nossos protocolos de segurança já foram construídos e estão prontos para serem postos em prática. Estamos aptos a realizar o UB no chamado ‘novo normal’, mantendo o mesmo espírito e entusiasmo para que todos os envolvidos possam mais uma vez viver uma experiência disruptiva e transformadora em suas vidas. Esta é a nossa missão”

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube
cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
logoLPH.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png