UCI publica guia para a segurança do ciclista em eventos de ciclismo de estrada


A União Ciclística International (UCI) publicou na manhã desta quinta-feira (25) um guia para a segurança do ciclista em eventos masculinos e femininos de ciclismo de estrada . Este documento, é dirigido principalmente a organizadores de provas, equipes e pilotos e dá uma explicação instrutiva das novas medidas em vigor a partir de 2021.

Clique aqui para acessar e baixar o guia.

Estas medidas, foram anunciadas em 4 de fevereiro após serem adotadas pelo Conselho Profissional de Ciclismo (PCC) e pelo Comité de Gestão da UCI, elas fazem parte de um plano global para a segurança do ciclista, anunciado em 2020 . Dado que a segurança é uma preocupação compartilhada, o desenvolvimento deste plano ambicioso foi um esforço concentrado.


Um grupo de trabalho constituído e liderado pela UCI, composto por representantes da AIOCC (organizadores), AIGCP (equipes) e CPA (ciclistas), se reuniu várias vezes durante o segundo semestre de 2020 para elaborar as medidas. Nesse mesmo período, outros grupos de trabalho se reuniram para examinar pontos específicos. O PCC, que reúne representantes de diferentes famílias do ciclismo, se manifestou em duas ocasiões, primeiro para aprovar os princípios das novas medidas e depois as regras necessárias à sua implementação. Finalmente, no início de fevereiro, o Comitê Gestor da UCI acatou formalmente as medidas então anunciadas .


Essas medidas, detalhadas e explicadas no guia publicado hoje, obedecem a dois princípios fundamentais: em primeiro lugar, a necessidade absoluta de segurança do ciclista e o dever do nosso esporte de dar o exemplo ao público - especialmente aos jovens ciclistas - e às comunidades . Em ambos os casos, o nosso esporte, por iniciativa da UCI, decidiu tomar medidas enérgicas e, na medida do possível, antecipar problemas futuros. Todos os atletas do ciclismo devem, em todos os momentos, liderar a sua conduta, principalmente nas áreas de segurança e proteção do meio ambiente. Não há ritmo no ciclismo moderno para os comportamentos de risco e o lançamento de garrafas nas ruas.

Maneira correta da instalar as barreiras / Reprodução Guia UCI

Certas medidas entraram em vigor imediatamente, enquanto outros serão introduzidos a partir de 1º abril. Todos elas se aplicam à totalidade dos eventos masculinos e femininos do UCI Road International Calendar. As partes interessadas continuarão a ser consultadas ao longo de 2021.

Este plano, concebido coletivamente e aprovado por unanimidade, só pode ser eficaz com a colaboração de todos os interessados ​​na implementação das suas medidas : organizadores do evento em primeiro lugar, mas também equipes e seus pilotos, bem como a UCI e outros presentes nas corridas, como por exemplo motociclistas e motoristas de veículos. Todos terão que modificar seus hábitos e práticas.


A UCI assumiu a sua parte de responsabilidade no desenvolvimento conjunto das medidas e das respectivas regras (e sanções ). Além disso, contribuirá para a melhoria da segurança do piloto por meio das seguintes ações:


-O recrutamento de um Gerente de Segurança para o seu Departamento de Esportes, dedicado à segurança e à supervisão da segurança em eventos do Calendário Internacional Rodoviário da UCI;


-O comissionamento e financiamento de estudos sobre a melhoria da instalação e escolha de barreiras, especialmente em final de eventos, com vista ao estabelecimento de novos padrões a partir de 2022;


- A nomeação de um prestador de serviços independente para estabelecer um banco de dados de incidentes que ocorreram em eventos masculinos e femininos no Calendário de Estrada Internacional da UCI nos últimos cinco anos, permitindo um direcionamento mais eficaz das ações a serem tomadas pela UCI para segurança da corrida, e o desenvolvimento de uma ferramenta que permite aos organizadores se beneficiarem de uma avaliação de seu percurso de corrida, várias semanas antes do início do evento. A partir do final de abril, os eventos serão selecionados para uma fase de testes para avaliar seus percursos de corrida. Essas avaliações serão aplicadas progressivamente a eventos adicionais durante a temporada.

As medidas nos dois últimos pontos se aplicarão inicialmente aos eventos UCI WorldTour e UCI Women's WorldTour, depois serão progressivamente introduzidas em mais eventos no UCI Road International Calendar.

Forma correta de como veículo deve acompanhar a caravana / Reprodução Guia UCI

Usando diagramas para ajudar a visualizar cada situação, o guia examina as novas regras relativas a cada grupo (organizadores, equipes, pilotos e UCI) que fazem parte de um plano global de segurança do piloto.

“Agradeço às diferentes famílias do ciclismo de estrada por sua participação no desenvolvimento de medidas para proteger a segurança do ciclista, que foram anunciadas após serem aprovadas pelo Conselho Profissional de Ciclismo e pelo Comitê de Gestão da UCI”, declarou o presidente da UCI, David Lappartient . “Todas essas medidas, que são soluções para as preocupações expressas por diferentes investidores, vão tornar o ciclismo de estrada mais seguro para seus principais protagonistas, os ciclistas. Agora é fundamental que todos respeitem o novo regulamento, que a UCI continuará a trabalhar para melhorar, sempre em consulta com todos os interessados. ”

Posições proibidas no ciclismo / Reprodução Guia UCI

“A segurança de ciclistas e motociclistas sempre foi uma prioridade da CPA”, disse seu presidente Gianni Bugno , “e apoiamos totalmente as decisões que foram tomadas no último Comitê de Gestão da UCI em 4 de fevereiro, após um processo de consulta em que nossos representantes participaram ao lado de outras famílias ciclistas. Nosso esporte agora tem um plano coerente e abrangente para a segurança do piloto, incluindo um calendário de ações, o que significa que todos os envolvidos - organizadores, equipes e pilotos, bem como a UCI - terão que assumir suas responsabilidades, exigindo esforços de todos para aumentar a segurança nas corridas. Aguardamos com expectativa a implementação das medidas anunciadas, para ver o fim dos acidentes evitáveis. ”


O presidente da AIGCP , Iwan Spekenbrink declarou: “Tal como fez durante o processo de consulta, a AIGCP continuará a comprometer-se com a segurança dos ciclistas e do pessoal nas corridas, que continua a ser a sua prioridade, desta vez graças à implementação de medidas adotadas por todos os envolvidos no ciclismo profissional; organizadores da corrida, equipes, seus pilotos e pessoal, e a UCI. Ao longo do processo, nosso objetivo principal foi proporcionar um ambiente de corrida mais seguro, incluindo uma estrutura regulatória mais rígida no que diz respeito ao cumprimento dessas medidas. Reconhecemos que existem dinâmicas onde também temos o nosso papel a desempenhar, nomeadamente, sensibilizando o nosso pessoal e pilotos para a necessidade de adotarem condutas adequadas no que se refere ao manuseamento de veículos no comboio e motos em competição .


O presidente da AIOCC, Christian Prudhomme, disse: A segurança é e sempre será a prioridade dos organizadores: segurança do público, de todas as pessoas envolvidas nos eventos e, claro, dos principais protagonistas das corridas, os pilotos. Esta missão - que é essencial - é também um verdadeiro desafio. Não somos donos da estrada; é território público e não pode ser modificado de acordo com nossos desejos. A variedade de locais, de uma cidade para outra, de um dia para o outro, exige uma capacidade de grande adaptação. Para tornar os nossos eventos mais seguros, é necessário ter uma abordagem global: era isso que a UCI pretendia ao reunir representantes de pilotos, equipes e organizadores em vários encontros. As novas medidas são fruto da reflexão comum, como neste domínio, entre outros,

Siga o Planeta da Bike
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Nosso canal no Youtube
cannondale.png
shimano.png
sa bs.png
MFT.png
CIMTB.png
SFEST.png
Fran Logo Branco.png